Input your search keywords and press Enter.

Brasil bate recorde de miseráveis, diz IBGE

O País alcançou o recorde de pessoas vivendo em condições de miséria no ano passado, segundo dados da Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nesse contexto, o Brasil tem 13,537 milhões de miseráveis, contingente maior do que toda a população da Bolívia.

“A pequena melhora no mercado de trabalho não está chegando a essas pessoas, está pegando pessoas já numa faixa (de renda) mais alta. A extrema pobreza cresce”, ressaltou André Simões, gerente da Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE.

Como os cortes de pobreza do Banco Mundial foram estabelecidos em 2011, o IBGE usou a taxa de conversão pelo PPC (paridade de poder de compra) daquele ano e atualizou os valores pela inflação, para chegar aos R$ 145 mensais. “O principal programa de redução de pobreza do Brasil tem uma linha de corte de R$ 89,00. Mesmo a pessoa recebendo Bolsa Família, ela vai estar abaixo de uma linha de pobreza global. Está bastante longe dos R$ 145,00 (adotados pelo Banco Mundial). A linha usada para administração do Bolsa Família está abaixo da linha de pobreza internacional”, lembrou Leonardo Athias, técnico também na Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *